Anuncios

“Cavaco quer PSD, PS e CDS-PP juntos para preparar um segundo resgate para o nosso país”

10

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, acusou Cavaco Silva de pretender um acordo entre PSD, PS e CDS-PP não para salvar o país, mas para salvar o memorando da troika e preparar um segundo resgate. Catarina Martins afirmou também que “o governo merece censura e lá estaremos a censurá-lo também”, no debate da moção de censura apresentada pelo PEV.

Catarina Martins interveio no primeiro Comício de Verão do Bloco em Matosinhos, nesta sexta-feira, em que intervieram também Fernando Queiroz, candidato do Bloco à Câmara Municipal de Matosinhos e Gonçalo Cabral Ferreira, candidato à União de Freguesias da Senhora da Hora e S. Mamede.

Na sua intervenção, Catarina Martins afirmou que o Bloco de Esquerda irá votar favoravelmente a moção de censura apresentada pelo PEV na AR. «Como sabem, na Assembleia da República vai ser apresentada uma moção de censura ao Governo. O Bloco de Esquerda acha que o Governo merece censura. Afirma-o com clareza. O Governo merece censura e lá estaremos a censurá-lo também».

A coordenadora do Bloco denunciou também que “nos últimos dias, vivemos um período alucinante em que a política tem parecido um lamentável jogo de cadeiras” e frisou que a crise política se deve ao “rotundo falhanço do programa de ajustamento” e à brutal política de austeridade, sublinhando que “a dívida está maior que nunca” e “o défice está completamente incontrolável”.

Catarina Martins salientou que a “demissão de Gaspar é o anúncio da morte deste governo” e que Vítor Gaspar não tinha margem, não tinha confiança interna e “também não tinha credibilidade externa, porque um governante que errou todas as metas a que se comprometeu, que errou nas metas do défice, nas metas da dívida, que tem um desemprego muito maior do que estava previsto e uma recessão económica imparável é um governante que não pode chegar junto de nenhuma instituição internacional e tentar negociar seja o que for”. “Ninguém pode acreditar em quem falha sempre, nem dentro do país, nem fora do país”, frisou a deputada do Bloco.

Salientando que Cavaco Silva sabe que os chamados governos de salvação nacional são instáveis, a coordenadora do Bloco questionou sobre o que terá mudado para que “nem Cavaco Silva consegue segurar o governo” e respondeu que “o que mudou foi a carta de Gaspar” e os “números da nossa economia, os números da desgraça de um país”.

Realçando que “o que marca a crise é o falhanço rotundo do programa de ajustamento”, Catarina Martins afirmou que Cavaco Silva “não quer salvar o país, mas o programa de ajustamento” e acusou-o de querer juntar PSD, PS e CDS-PP “para preparar um segundo resgate para o nosso país, face ao falhanço do programa de ajustamento”. A deputada disse ainda que já está a ser negociado um segundo resgate, que “Carlos Costa [governador do Banco de Portugal] confirmou” e destacou que o que já está a ser negociado “é um empréstimo impagável, com condições de política económica de mais austeridade e mais quebra de salário e mais quebra de direitos para quem trabalha em Portugal”.

A coordenadora do Bloco reafirmou a defesa de eleições antecipadas, denunciando que “Cavaco Silva não quer eleições antecipadas, porque não quer que o povo avalie o programa de ajustamento”.

Catarina Martins defendeu ainda que “é preciso estancar a sangria e renegociar a dívida”, o que “foi feito por vários países ao longo da história”. A deputada bloquista afirmou também que está por provar que “reestruturar a dívida é sair do euro”, lembrou que a “Grécia reestruturou” demonstrando que “é possível reestruturar sem sair da zona euro” e defendeu que a renegociação que “vai acontecer mais tarde ou mais cedo”, “deve ser mais cedo, feita por um governo em nome do interesse do país e não pelos especuladores”, como aconteceu com a Grécia, que ainda não rompeu com a troika.

esquerda.net

Anuncios
About el comunista (66970 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

A %d blogueros les gusta esto: