Anuncios
ÚLTIMA HORA:

PSDB pretende sair do governo Temer à francesa

Responsável pelo golpe contra o mandato da presidenta Dilma Rousseff, que levou Michel Temer ao poder com o seu apoio, sob o falso argumento de que se tratava de um combate à corrupção, o PSDB disse que vai desembarcar do governo, mas vai sair à francesa, ou melhor, a tucanesa.

A expressão “sair à francesa” é uma locução que significa ir embora, usada principalmente quando alguém quer sair de uma festa sem ser notado, então vai embora sem se despedir de ninguém.

É o que pretende os tucanos. Partido de sustentação do governo Temer e com quatro ministérios sob o comando (Relações Exteriores, das Cidades, da Secretaria de Governo e Direitos Humanos), o PSDB se articula internamente para desembarcar do governo Temer. Segundo o presidente em exercício da sigla, senador Tasso Jereissati (CE), o PSDB “está evoluindo naturalmente para a saída do governo”.

Em entrevista à Globonews, Jereissati disse ainda que, se a sigla vier a entregar os ministérios que ocupa, o PSDB não irá fazer oposição a Temer. A estratégia tem como objetivo que a legenda deixe o governo federal sem que provoque efeito de desgaste para o governo Temer.

“Eu diria que, nos últimos dias, o partido, sem nenhuma imposição de lideranças, está evoluindo naturalmente para a saída do governo. Não para fazer oposição ao governo Temer, mas para não participar mais do governo”, disse o tucano.

Tasso assumiu o comando do PSDB em maio, após o presidente efetivo, senador Aécio Neves (MG), ser afastado das atividades parlamentares por ordem do ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).

A preocupação dos tucanos é que o afastamento de Aécio e a delação do empresário Josesley Bastista, da JBS, ainda continuam a produzir efeitos que impactos diretamente nas eleições de 2018. Se continuarem pendurados no governo, os efeitos podem ser ainda mais danosos.

Apesar do retorno de Aécio as atividades parlamentares, ele ainda continua afastado do comando do PSDB. E diversos integrantes da legende defendem seu afastamento definitivo e a entrega dos cargos do governo Temer.

De acordo com fontes próximas à cúpula tucana, durante reunião na última segunda-feira (3), Tasso se desentendeu com Aécio por defender a saída do governo. Aécio, enforcado em denúncias até o pescoço, defende que a legenda continue sustentando politicamente a gestão de Temer.

Do Portal Vermelho, com informações de agências

Anuncios

Categorías

Acerca de el comunista (68267 Artículos)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s

A %d blogueros les gusta esto: