Anuncios

Governo sírio implementa programa de apoio a crianças

Num cenário de um país em conflito armado com mais de dois milhões de crianças que não vão à escola, o governo da Síria toma medidas para implementar uma campanha que pretende reverter a situação.

O vice-ministro da Educação do governo sírio, Saed Kharsani, referiu que é uma preocupação para o governo o facto de dois milhões de crianças sírias não irem à escola, refere a Prensa Latina. Muitas delas são refugiadas em países vizinhos, e desse total, mais de metade encontra-se em acampamentos de refugiados de países como a Turquia, o Líbano e a Jordânia.

Para fazer face à situação, Kharsani revela que este ano o governo sírio implementou uma campanha, juntamente com a Unicef, que tem como objectivo aumentar o número de crianças a ir à escola, revelou o diário Al Watan, citado pela Prensa Latina. O programa inclui, entre várias acções, dar ajuda alimentar, materiais e ferramentas úteis a mais de 800 mil estudantes este ano.

O vice-ministro sírio lembra que, «em consequência da guerra terrorista imposta à Síria por potências ocidentais há mais de seis anos, 32% das crianças sírias em idade escolar deixaram as aulas».

A Prensa Latina dá conta ainda de que, recentemente, o representante da Unicef na Síria, Fran Equiza, denunciou, durante uma visita aos territórios de Raqqa e Deir Ezzor, que os anos de conflito armado neste país destruíram a infância de milhões de crianças, «causando um dano enorme». Acrescenta que «muitos meninos sírios vivem experiências traumatizantes em zonas de conflito, como a violência brutal e a perda de amigos e familiares».

abrilabril

Anuncios
About el comunista (14829 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

A %d blogueros les gusta esto: