Anuncios
ÚLTIMA HORA:

CTB reafirma protestos nesta terça (5) contra reforma da Previdência

“Em defesa da Previdência e dos direitos da classe trabalhadora, continuaremos nas ruas. Se quiserem votar, o Brasil vai parar”, afirmou a presidenta da Central de Trabalhadoras de Minas Gerais (CTB-MG), Valéria Morato. Da mesma forma, a CTB nos Estados do Rio de Janeiro, Pará, Bahia, Sergipe e RS. A orientação da central nacional é manter a agenda de greve e protestos contra a Reforma da Previdência.

Na última sexta-feira (1), com o adiamento da votação da reforma da Previdência na Câmara as centrais sindicais divulgaram nota cancelando a greve nacional. A CTB concordou que o adiamento da votação foi uma vitória das centrais mas decidiu pela manutenção da orientação pelos protestos para os sindicatos e movimentos filiados.

“Diante da posição adotada pela maioria das Centrais, da qual discordamos profundamente, e entendendo ser estratégico aprofundar a dificuldade do governo em arregimentar apoio para votar o projeto que acaba com o direito à aposentadoria do nosso povo, a CTB orienta sua base a permanecer em luta Dia 5 de novembro e realizar atos na porta das sedes do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em todas as cidades do país”, informou nota divulgada pela CTB.

Na opinião do presidente da CTB-RJ, Paulo Sérgio Farias, a ameaça da reforma da Previdência ainda está presente. “Chamamos todas as Centrais e Movimentos Sociais organizados a se unirem a nós nessa luta. A votação foi adiada, mas o espectro do projeto ainda ronda as casas legislativas e precisamos manter acesa a chama da luta para enterrar de vez essa reforma que acaba com o direito à aposentadoria”. A orientação é que os protestos acontecerão em frente às sedes do INSS no Estado.

Metroviários

O sindicato dos metroviários de São Paulo realiza assembleia nesta segunda-feira (4) para deliberar sobre os próximos passos da agenda contra a reforma da Previdência. De acordo com nota publicada no portal da entidade, os metroviários mantém a orientação pela construção de uma greve nacional das centrais e do setor de transportes. “Até aqui a nossa pressão surtiu efeito, mas o governo continua na busca de votos para aprovar a reforma ainda este ano”. Na opinião da entidade, é preciso definir um calendário de lutas.

Contag: Pressão no Câmara

A Confederação Nacional dos Sindicatos de Agricultores e Agricultoras da Agricultura Familiar (Contag) divulgou nota afirmando que mantêm “agenda de luta” contra a reforma da Previdência Social. Nos dias 5, 6 e 7 a entidade realiza visitas aos parlamentares e nos dias 11 e 12 de dezembro realiza protestos em todos os estados contra o projeto de Temer.

Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo: Ato na avenida Paulista

As Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo mantiveram também os atos que serão realizados em diversas capitais brasileiras, incluindo na capital paulista. O protesto em São Paulo está marcado para às 16h na avenida Paulista.

Do Portal Vermelho

Anuncios

Categorías

Acerca de el comunista (70673 Artículos)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s

A %d blogueros les gusta esto: