Anuncios

Patrão da Altice em Portugal chama João Proença para conseguir «paz social»

Entrevista de Alexandre Fonseca ao Diário de Notícias.

O presidente da Altice Portugal (dona da PT/MEO), Alexandre Fonseca, diz que está «prestes a fechar acordo» com alguns sindicatos, com a ajuda preciosa do ex-líder da UGT, João Proença, para alcançar «paz social» na empresa.

O líder da multinacional francesa no nosso País não afasta despedimentos no grupo, que, aliás, já começaram – pelo contrário, não desmente sequer a abordagem feita ao Governo para estudar um despedimento colectivo de três mil trabalhadores da empresa, em entrevista ao Diário de Notícias.

No entanto, sublinha o esforço conciliatório com «algumas estruturas sindicais que foram capazes de compreender aquilo que é o nosso trabalho em prol do desenvolvimento desta paz social interna e que connosco estão já a trabalhar no sentido de chegarem a um acordo sobre alguns temas que têm vindo a ser discutidos». «Não se pode agradar a todos», alerta, num trabalho em que conta com a participação de João Proença.

O antigo secretário-geral da UGT já terá até lugar garantido num «Conselho Consultivo para Relações Laborais» a constituir pela Altice, revelou Alexandre Fonseca.

Já quanto às medidas tomadas no passado, como a transferência de trabalhadores para outras empresas do grupo com perda de direitos ao fim do ano, o presidente da operadora de telecomunicações disse que não haverá qualquer alteração, defendendo que tudo foi feito no cumprimento da lei. Recorde-se que a situação já levou o Parlamento a aprovar alterações a este regime.

abrilabril

Anuncios

Categorías

About el comunista (95019 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

A %d blogueros les gusta esto: