Anuncios

44% não conseguiam pagar uma semana de férias fora de casa

PORTUGAL.- Este é um dos indicadores utilizados pelo Instituto Nacional de Estatística para calcular a taxa de privação material que, em 2017, atingiu 18%. As mulheres idosas continuam a ser as mais atingidas.

Em 2015, data dos primeiros dados disponibilizados, a percentagem de portugueses que não conseguiam fazer uma semana de férias fora de casa por razões económicas era de 51,3%. A redução nos últimos dois anos foi de sete pontos percentuais.

Já a percentagem dos que não conseguem manter as suas habitações adequadamente aquecidas sofreu um redução mais ligeira. De 23,8% em 2015 passou para 20,4% em 2017.

Para além destes indicadores revelados hoje pelo INE, destaca-se ainda que 36,9% não tinham capacidade para fazer face a uma despesa imediata sem recorrer a um empréstimo. Em 2017, 3% dos portugueses não conseguiam garantir uma refeição de carne ou peixe, pelo menos, a cada dois dias.

A taxa de privação material, de acordo com os cálculos do INE, situou-se em 18% em 2017, menos 1,5 pontos percentuais do que no ano anterior e menos 7,7 pontos percentuais que em 2014.

As mulheres com mais de 65 anos continuam a ser quem mais sofre de privação material. Os idosos, de ambos os sexos, foram a única parte da população cuja taxa de privação material subiu no último ano, em comparação com 2016.

abrilabril

Anuncios

Categorías

About el comunista (93001 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

A %d blogueros les gusta esto: