Anuncios

Tiroteios no Rio aumentam 36% após a militarização

O último relatório do Observatório da Intervenção – decretada há quatro meses pelo presidente golpista – revela que, desde 16 de Fevereiro, foram registadas 3210 trocas de tiros no estado fluminense.

Nos quatro meses da intervenção militar na Segurança Pública do estado do Rio de Janeiro, decretada por Michel Temer, o número de tiroteios registados foi de 3210, por comparação com os 2355 no período pré-intervenção.

O aumento de 36% nas trocas de tiros é um dos dados que o Observatório da Intervenção divulga no seu mais recente relatório, publicado no sábado passado. O Observatório é uma iniciativa do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Universidade Cândido Mendes.

«Passados 120 dias da intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro, megaoperações policiais e militares sucedem-se, cada vez maiores, com resultados pouco expressivos. Nunca se viu tantos agentes, a custos tão altos, mobilizados para obter tão pouco», lê-se na parte introdutória do documento.

O Observatório da Intervenção critica as incursões pelos «efeitos negativos» que geram e pela falta de eficácia. Acrescenta que, para «desarticular redes criminosas», é necessário investir em «investigação baseada em inteligência», e defende que, para «melhorar a segurança pública», são necessárias «medidas estruturantes». «A intervenção prometeu tudo isso. Mas só está entregando operações, tiroteios e mais mortos em confrontos, inclusive policiais», critica.

De acordo com dados oficiais, entre Fevereiro e Maio, registaram-se no estado fluminense 1794 homicídios dolosos (menos 13% que nos meses anteriores à intervenção); 444 mortes provocadas pela Polícia (mais 34%); e 60 709 roubos (mais 5%).

O documento destaca ainda o aumento do número de operações realizadas sem a divulgação do contingente mobilizado: três em Fevereiro, nove em Março, 34 em Abril e 55 em Maio.

Para obter estes e outros dados, o Observatório da Intervenção afirma ter enviado às várias polícias do estado «77 requerimentos baseados na Lei de Acesso à Informação» em 7 de Maio, dos quais 37 foram indeferidos em 7 de Junho – o que «contraria as promessas de transparência do Gabinete da Intervenção».

abrilabril

Anuncios

Categorías

About el comunista (88824 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

A %d blogueros les gusta esto: