Anuncios

Suplicy faz 77 anos na praça e passa 5h recebendo abraços

Vereador lança candidatura ao Senado no centro de São Paulo e recebe o apoio e carinho de paulistanos ilustres, trabalhadores, ricos e pobres.

No início da tarde do último sábado (23), Eduardo Suplicy chegou na praça Dom José Gaspar, no centro de São Paulo, para comemorar seu aniversário de 77 anos, no meio da praça, como aliás fizera no ano anterior. Há alguns dias, Suplicy publicou em suas redes sociais:

“No sábado comemoro meu aniversário na Praça Dom José Gaspar, atrás da Biblioteca Mário de Andrade. Estão todos convidados para confraternizar em espaço público.”

Ele só foi se sentar com os familiares e amigos mais próximos duas horas depois que chegou. Ficou todo este tempo tirando foto, abraçando e beijando os paulistanos, que foram se organizando em fila para lhe desejar os parabéns.  Entre eles, o ator Sérgio Mamberti, a cineasta Tata Amaral, o jornalista Xico Sá, os políticos paulistasPaulo Teixeira, Emidio de Souza, Adriano Diogo, Luiz Marinho, Gilmar Tatto, entre outros.

Após cortar o bolo e assoprar as velas, Suplicy fez um discurso, agradeceu a todos, pediu Lula Livre, cantou Bob Dylan, cantou samba e também anunciou que é pré-candidato ao Senado Federal pelo Partido dos Trabalhadores. Depois disso, ainda recebeu por mais três horas o abraço e o carinho das pessoas que foram ali para lhe felicitar.

Presença, combate à pobreza e Direitos Humanos

“O Suplicy é o político de todos os dias. Não é o político que você só vai ver durante a campanha eleitoral. Se tem uma desocupação de sem-teto que termina ou pode acabar em violência policial, o Suplicy vai lá. Todo mundo já viu ele fazer isso. Quem dera existissem milhares de Suplicys na política, que não abandonassem nunca os cidadãos”, diz o jornalista Xico Sá, que estava ali para abraçar o pré-candidato a senador.

“A atuação do Suplicy gera mudanças de verdade para quem mais precisa. O que se faz no seu gabinete é atividade legislativa em favor dos mais precisam, como a população de rua, por exemplo. Ele se preocupa em diminuir pobreza, miséria”, resume Anderson Miranda, ex-morador de rua. Hoje em dia, tem casa, tem família, tem emprego mas não esqueceu quem mora nas ruas. É coordenador do Movimento Nacional da População de Rua (MNPR). E trabalha no gabinete do vereador Eduardo Suplicy.

Quando Anderson falou sobre “atividade legislativa em favor dos que mais precisam”, estava se referindo, por exemplo, ao Projeto de Lei 145/18, que tramita na Câmara de Vereadores de São Paulo, de autoria de Eduardo Suplicy. Pretende estipular uma Política Municipal para a população em situação de rua. Em um de seus parágrafos, determina: “É vedado negar, privar ou dificultar o acesso da população em situação de rua a serviços públicos essenciais, sob nenhuma hipótese, especialmente decorrente de estados constitutivos ou derivados da situação de rua, como em razão de naturalidade, vestimentas, estado de higiene, aparência física ou alteração psicoativa, sob pena de responsabilização funcional.”

“Eu estou aqui porque o Eduardo Suplicy é a melhor pessoa ever. É o único político que você veria fazendo o aniversário num espaço público, desse jeito, em um bar, no meio de uma praça”, diz a Marina, uma dentista paulistana, dentre tantos outros paulistanos que escolheram passar o sábado dando parabéns a um político no meio da praça.

Por Vinícius Segalla, da Agência PT de Notícias

Anuncios

Categorías

About el comunista (89290 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

A %d blogueros les gusta esto: