Anuncios

“Eles querem me calar”, afirma Lula a Franklin Martins e Celso Amorim

Preso desde o dia 7 de abril, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu a visita do jornalista Franklin Martins e o ex-chanceler Celso Amorim nesta quinta-feira (12), na carceragem em Curitiba. Após o encontro, ambos concederam entrevista e disseram que Lula está bem, preocupado com a situação do país e com o Judiciário.

No mesmo dia da decisão da juíza Carolina Moura Lebbos, responsável pela execução da pena, que negou pedido feito pelo UOL, Folha de S. Paulo e SBT para entrevistar Lula o pré-candidato do PT à Presidência, Lula expressou indignação. Franklin Martins destacou que Lula disse que tais medidas têm o objetivo de tentar isolar Lula e calar a sua voz.

“Lula disse uma coisa muito importante: eles querem não apenas me manter preso, querem me calar, impedir-me de falar, e que o povo ouça o que eu falo. E estão enganados se com isso acham que vão calar as ideias”, relatou Franklin.

O jornalista e ex-ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência da República durante o governo Lula disse que “não é impedindo o ex-presidente de falar que vão segurar as ideias”. Franklin afirmou ainda que Lula está seguro de que será candidato.

Amorim também fez um relato que demonstra a altivez e determinação do Lula em seguir lutando por justiça. Ele citou uma frase que considera significativa, dita por Lula. “Não vou trocar minha dignidade pela liberdade”, contou. “Isso explica porque Lula quer e vai ser candidato. Ele está convencido da sua inocência, de que o Brasil precisa reencontrar o caminho da busca pela igualdade. Ele falou muito da questão da soberania”, reforçou.

Segundo Amorim, a preocupação de Lula passa pela maneira como a soberania “está sendo achincalhada pela dilapidação total do nosso patrimônio”, como a Amazônia, a Petrobras e a Embraer.

“É para defender a democracia que Lula será o candidato. Ele está convencido de que conseguirá ser”, afirmou o chanceler, que disse que Lula acompanhou com tranquilidade os acontecimentos desencadeados a partir da decisão do desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF4), de acatar o pedido de Habeas Corpus e libertar Lula.

Mobilização

Nesta sexta-feira (13) o PT convoca a realização do Dia Nacional de Luta por Lula Livre, sendo o início de um amplo calendário de manifestações. A série de atos terá mais de um mês de ações políticas e culturais em todo o Brasil, segundo o partido. O principal evento desta sexta será realizado em frente ao TRF4, em Porto Alegre, a partir do meio-dia. O TRF4 é a corte de segunda instância responsável pela operação Lava Jato.

Do Portal Vermelho

Anuncios

Categorías

About el comunista (84670 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

A %d blogueros les gusta esto: