Anuncios

O Brasil pode voltar a ser feliz, diz Haddad em campanha

Num comício com milhares de pessoas em Montes Claros (MG), na noite desta sexta (21), Fernando Haddad declarou que será o advogado de Lula até que ele seja inocentado nos processos que lhe são movidos por perseguição política. Haddad também apontou o tamanho da tarefa dos próximos 15 dias: «Temos 15 dias para convencer as pessoas que o Brasil pode voltar a ser feliz. Nós estamos vivendo uma crise política que só pode ser superada na urna. É o povo que vai libertar o Brasil de seus algozes».

«Estou sempre visitando o presidente Lula [na prisão], porque eu sou e continuarei sendo, entre outras coisas, o advogado dele. E sei que toda semana ele recebe um líder mundial, personalidades que vêm de várias partes do mundo prestar solidariedade dele», disse Haddad.

Ele ainda afirmou no comício que «podem ter prendido o líder, mas não podem prender a ideia». «Não adianta prender o Lula, porque tem milhões de Lulas espalhados pelo o Brasil. Nos queremos o Brasil de volta para os brasileiros». E repetiu o bordão da campanha: «Lula e Haddad e Haddad é Lula».

Em seu discurso, Haddad apontou os motivos pelos quais o golpe de 2016 que depôs Dilma é o responsável pela tragédia social que o país enfrenta atualmente. “A população não pode esquecer do Golpe que tirou do pobre o acesso a educação e ao desenvolvimento», disse.

A candidata a vice-presidência, Manuela D’Ávila também participou do ato que contou ainda com a presença da ex-presidenta Dilma, atual candidata a senadora por Minas Gerais, do governador Fernando Pimentel e a deputada Jô Morais que concorrer o cargo de vice-governadora.

Do Portal Vermelho, com Agência PT

Anuncios
About el comunista (58408 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

A %d blogueros les gusta esto: