Anuncios

Bolsonaro foge do debate e faz vídeo espalhando mentiras

Sem apresentar propostas, candidato do PSL se recusa a debater publicamente com Fernando Haddad e mente nas redes sociais.

Na noite desta quinta-feira (11/10), aconteceria o primeiro debate entre presidenciáveis do segundo turno. Jair Bolsonaro (PSL), no entanto, alegou razões médicas para não comparecer a este e aos próximos debates. Em vez disso, preferiu falar sozinho durante 15 minutos, em vídeo ao vivo transmitido em suas redes sociais. Durante a transmissão, Bolsonaro não apresentou nenhuma proposta de sua candidatura para o Brasil, preferindo espalhar uma série de mentiras sobre oplano de governo de Fernando Haddad.

Bolsonaro foi incapaz de apresentar uma proposta sequer  de seu plano de governo. Aliás, nem o próprio Bolsonaro parece conhecer o que está escrito no seu plano  – vide os recorrentes “desmentidos” que o candidato faz no twitter, com relação ao documento que sua  candidatura registrou no TSE.

Entre as mentiras metralhadas pelo candidato do PSL contra Fernando Haddad em sua live estão, por exemplo, o famigerado kit gay, que jamais existiu,  uma suposta defesa de Haddad à posse generalizada de arma de fogo,  e uma suposta censura à mídia e à internet constante no plano de governo do candidato do PT – quando, na verdade, o plano defende mais democracia e pluralidade na mídia, e não menos.

Cadê as propostas de Jair Bolsonaro para as questões importantes para o Brasil? Devemos nos guiar pelo plano de governo ou pelo twitter? Vamos ao debate, candidato!

TSE

O TSE determinou, na noite desta quinta-feira (11/10), a retirada de mais uma notícia falsa que Carlos Bolsonaro e o PSL do Rio de Janeiro veiculavam pela internet contra a campanha de Haddad e Manuela.

Desta vez, a família Bolsonaro postou mensagem falsa, em que utilizou, de forma tendenciosa e descontextualizada, um antigo vídeo do candidato Fernando Haddad de modo a transmitir ao eleitor informação equivocada.

Na mensagem aparece uma declaração de Haddad dizendo que Lula subiria a rampa do Palácio do Planalto em janeiro de 2019, como se ela tivesse sido gravada após o primeiro turno das eleições presidenciais. Isso é falso.O vídeo original foi gravado por Haddad no dia 6 de agosto, quando Lula, na época, ainda era o candidato a presidente da coligação “O Povo Feliz de Novo”. Na gravação, Haddad, enquanto candidato a vice-presidente, diz que “vai fazer do Lula presidente e subir a rampa com ele dia 1º de janeiro”. Quem compartilha a mensagem dá a entender que a declaração de Haddad foi feita na última segunda-feira (8/10), um dia após o 1° turno da eleição.

O TSE ordenou que o vereador Carlos Bolsonaro retire do ar imediatamente de seu twitter a postagem. A mesma determinação foi dada ao Facebook oficial do PSL do Rio de Janeiro. A liminar determina ainda que o Facebook e o Twitter

Somando o alcance desses posts, chegamos ao número alarmante de 70.000 compartilhamentos* e 1.500.000 visualizações!

Por Lula.com.br

Anuncios

Categorías

About el comunista (90781 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

A %d blogueros les gusta esto: