Anuncios

MST convoca voto em Haddad para criar empregos sem retirar direitos

Movimento também pede mobilização contra a campanha de medo e violência promovida pela candidatura Bolsonaro.

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) divulgou nota de apoio à candidatura de Fernando Haddad (PT) e Manuela D’Ávila (PCdoB) nesta quinta-feira (11). “Apoiamos Haddad porque acreditamos que a saída para a grave crise social, política e econômica do nosso país só é possível com um projeto popular que garanta geração de emprego e renda sem retirada dos direitos”, destaca o MST.

Segundo o movimento, “é importante o engajamento de todos e todas, em cada espaço, em cada bairro, em cada município, para que o medo e a violência não nos derrotem, nem submetam nosso país a um projeto de retrocesso, de retirada de direitos e de subordinação ao capital e aos interesses internacionais”.

O MST também reafirma o compromisso com a luta pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em prisão política desde 7 de abril na sede da Polícia Federal, em Curitiba, para que não possa participar das eleições.

Confira a íntegra da nota:

Posição política do MST em relação ao 2° turno das eleições presidenciais no Brasil

Entendemos que nessas eleições estão em disputa dois projetos. E nos posicionamos a favor do projeto que defende os trabalhadores e trabalhadoras, a democracia e um país mais justo e soberano

O MST manifesta seu apoio à candidatura de Fernando Haddad e Manuela D’ Ávila à presidência da República e convoca as famílias assentadas e acampadas, os apoiadores e apoiadoras da luta pela Reforma Agrária à somarem-se na luta para a elegermos um projeto popular para o Brasil neste segundo turno.

Entendemos que nestas eleições estão em disputa dois projetos. E nos posicionamos a favor do projeto que defende os trabalhadores e trabalhadoras, a democracia e um país mais justo e soberano. Por isso, convocamos a todos e todas para a tarefa do trabalho de base, de debate, conscientização e de construção de um Brasil para todos e todas.

Em nossos 34 anos, sempre defendemos a democracia, os direitos humanos e os direitos sociais. Assim como aprendemos na prática de que o discurso da violência do Estado sempre se dirige contra os mais pobres. Portanto, nosso lado sempre foi o da vida, o da luta, o da justiça, o da democracia e a defesa dos direitos.

Apoiamos Haddad porque acreditamos que a saída para a grave crise social, política e econômica do nosso país só é possível com um projeto popular que garanta geração de emprego e renda sem retirada dos direitos.

Porque lutamos por vida digna e justiça no campo, com a produção de alimentos saudáveis, com respeito aos bens comuns da natureza, com políticas sociais que desenvolvam as agroindústrias e a agroecologia, a educação do campo e o combate a toda forma de discriminação e preconceito apoiamos Haddad.

Por isso, convocamos também a sociedade para combater o retrocesso, o autoritarismo e a intolerância expressos na outra candidatura. Para isso é importante o engajamento de todos e todas, em cada espaço, em cada bairro, em cada município, para que o medo e a violência não nos derrotem, nem submetam nosso país a um projeto de retrocesso, de retirada de direitos e de subordinação ao capital e aos interesses internacionais.

Reafirmamos nosso compromisso em seguir lutando pela liberdade do presidente Lula, denunciando as violações constitucionais e manipulações do judiciário e da mídia burguesa que interferem e violam a vida democrática do país.

Os brasileiros e brasileiras derrotarão o medo, a intolerância e a violência.

Lula Livre!

Lutar, construir Reforma Agrária Popular!

São Paulo, 11 de Outubro de 2018.

Direção Nacional do MST

Fonte: RBA

Anuncios

Categorías

About el comunista (90781 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

A %d blogueros les gusta esto: