Anuncios

União de Resistentes Antifascistas alerta para a ameaça da extrema-direita

PORTUGAL.- Atenta ao calendário eleitoral deste ano, a União de Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP) chama a atenção para «manobras antidemocráticas que urge impedir».

Num comunicado enviado às redacções, a URAP reconhece que, apesar de até agora ter passado «à margem dessas inquietações», Portugal «começa a ser afectado por um fenómeno que, em fase embrionária, experimenta a criação de uma fase de agitação social cujo carácter forçado se afigura manifesto».

O alerta, que já foi enviado para entidades como o ministro da Administração Interna e a procuradora-geral da República, surge perante a manifestação anunciada pelo movimento do neo-nazi Mário Machado para 1 de Fevereiro, que a URAP define como «saudosistas do regime finado em Abril de 1974».

A associação admite que o calendário eleitoral deste ano, que se inicia em Maio com as eleições para o Parlamento Europeu, «é motivo de particulares movimentações políticas […] com inevitáveis reflexos na nossa política interna», e que o poder do Estado de direito democrático tem que ser afirmado, em conformidade com o que prevê a Constituição da República.

A URAP foi fundada a 30 de Abril de 1976 pelos antifascistas que durante a ditadura de Salazar criaram a Comissão de Socorro aos Presos Políticos.

abrilabril

Anuncios
About el comunista (53528 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

A %d blogueros les gusta esto: