Anuncios

Brasileiros vão às ruas e questionam: quem mandou matar Marielle?

Em todo país, protestos cobram respostas para o assassinato de Marielle e Anderson que completa um ano nesta quinta-feira.

14 de março de 2018. A vereadora Marielle Franco(PSOL-RJ) e seu motorista Anderson Gomes foram brutalmente assassinados no Rio de Janeiro. 14 de março de 2019. O crime continua sem respostas e milhares de pessoas ocupam as ruas de todo país para cobrar justiça e afirmar que o legado de Marielle em defesa das minorias pelas minorias não foi interrompido no dia em que tiraram a vida de uma mulher negra, LGBT e mãe para calar sua voz.

Confira abaixo um resumo dos atos em todo país

As manifestações começaram ainda nas primeiras horas do dia, com uma ação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e do Movimento Pela Soberania Popular na Mineração com o tema “Quanto Vale a Vida”.  A ação ocorreu em Minas Gerais e reuniu cerca de 400 pessoas que homenagearam Marielle e denunciaram os crimes cometidos pela indústria da mineração no Brasil.

O Rio de Janeiro, cidade onde a vereadora do Psol nasceu e viveu, amanheceu com homenagens em diversos pontos e um ato no bairro onde ela e Anderson Gomes foram assassinados. Também foram realizados atos religiosos em memória dos dois.

Da Redação da Agência PT de Notícias

Anuncios
About el comunista (66058 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com

Deja un comentario

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

A %d blogueros les gusta esto: