Violência doméstica: Câmara de Lisboa abriu espaço de atendimento e prevenção

Com uma linha de atendimento a funcionar 16 horas por dia e um espaço de atendimento presencial, a resposta do município surge na sequência do agravamento da violência doméstica e de género durante a pandemia. O objetivo é “reforçar o apoio e acompanhamento destas vítimas”, diz o gabinete do vereador bloquista Manuel Grilo.

Esta segunda-feira entrou em funcionamento o “Lisboa + Igualdade”, um Espaço Municipal de Atendimento e Prevenção da Violência Doméstica com atendimento presencial por marcação, entre as 10h e as 16h, e uma linha telefónica gratuita que funciona das 10h à meia-noite. Basta ligar 800 918 245.

A estrutura será gerida pelo Departamento dos Direitos Sociais da Câmara Municipal de Lisboa em colaboração com a Universidade Nova de Lisboa/Observatório Nacional de Violência e Género e com a coordenação técnica da organização Feministas em Movimento.

Segundo a nota do gabinete do vereador Manuel Grilo, os dados conhecidos apontam para, no contexto da pandemia, ter havido “um agravamento da violência doméstica e de género”. Um motivo mais para que esta resposta da Câmara Municipal de Lisboa seja “uma exigência dos tempos para reforçar o apoio e acompanhamento destas vítimas, através de atendimento telefónico e presencial”.

“A crise atual impunha este alargamento da resposta, porque nenhuma vítima de violência doméstica pode ficar para trás”, acrescenta-se.

esquerda.net

About ELCOMUNISTA.NET (69819 Articles)
Síguenos en Twitter @elcomunistanet Síguenos en Facebook grupo: el comunista prensa roja mundo hispano Nuestro e mail: elcomunistaprensa@yahoo.com
A %d blogueros les gusta esto: